MBA

Engenharia de Software Ágil

A pós-graduação objetiva colaborar para a formação do coordenador de equipes de software, abordando métodos ágeis a fim de tornar as equipes mais eficientes, eliminando os seus desperdícios e melhorando a comunicação durante o ciclo de construção do software.

8 meses
13 de fevereiro de 2020
12 de fevereiro de 2020
Consulte

Forme-se um

Coordenador de Equipes de Software Ágil

Lidere equipes de desenvolvimento de software seguindo os princípios das metodologias ágeis mais utilizadas no mercado. Defina ou personalize processos e métodos ágeis de acordo com a natureza dos projetos da sua empresa, cliente ou até mesmo seus próprios projetos.

Motivos para fazer sua pós no IGTI

O IGTI é referência nacional em Pós-graduação e formação profissional em TI e Tecnologias Emergentes.

50 alunos por aula interativa

A distribuição dos alunos nas aulas interativas permite uma maior troca de conhecimentos.

100% Interativo

A distribuição dos alunos nas aulas interativas permite uma maior troca de conhecimentos.

85% de Satisfação

Este é o percentual de alunos que avaliam as suas disciplinas com 4 ou 5 estrelas.

Faça seu MBA como um Bootcamp aplicável ao mercado

Estude intercalando disciplinas práticas com atividades do projeto aplicado do curso.
8 meses
Apresentação, Modelo de Ensino e Normas Acadêmicas
Apresentação, Modelo de Ensino e Normas Acadêmicas
22h
O IGTI - Instituto de Gestão em Tecnologia da Informação. Canais de Atendimento ao Aluno. Modelo de Ensino. Estrutura das disciplinas. Normas Acadêmicas. O Trabalho de Conclusão do Curso – TCC. Visão Geral do Ambiente de Ensino a Distância.
Métodos Ágeis em Engenharia de Software
Métodos Ágeis em Engenharia de Software
22h
Os ciclos de vida de desenvolvimento de software. Os valores ágeis. O ciclo de vida ágil: a visão do produto e a dinâmica de desenvolvimento. As metodologias ágeis mais conhecidas: XP, Scrum, Kanban. Mal-entendidos: Projetos ágeis são pouco planejados; Projetos ágeis são pouco controlados; Projetos ágeis não há documentação; Abordagem ágil compromete a arquitetura; Métodos ágeis só se aplicam a projetos pequenos. O cliente nas metodologias ágeis. O desenvolvedor nas metodologias ágeis. Tendências e futuro.
Inovação e Design Thinking
Inovação e Design Thinking
22h
O conceito de inovação. Soluções inovadoras com Design Thinking. Processo do Design Thinking: inspiração, descoberta e insights; interpretação, análise e síntese. Ideação, experimentação e prototipação de soluções. Técnicas de implementação e evolução de soluções.
Desafio/Problema
Desafio/Problema
20h
Após a disciplina de Inovação e Design Thinking, o aluno tem a oportunidade de propor o escopo do problema e a solução de seu projeto aplicado, utilizando as abordagens aprendidas até o momento sobre Inovação e Design Thinking. Durante esse período o aluno apresentará a sua proposta de desafio por meio de uma abordagem centrada nas necessidades humanas dos usuários e na definição do problema em termos destas necessidades. Em conjunto o aluno evoluirá a sua proposta de escopo do problema para uma proposta de solução. A partir daí, ambas propostas serão avaliadas por professsoes orientadores por meio de um conjunto de requisitos avaliativos que nortearão feedbacks escritos direcionados à melhoria do PA. O processo de elaboração do PA é iterativo e incremental e a cada iteração o aluno receberá feedbacks por escrito de seu orientador, o que contribuirá para a evolução constante do modelo de negócio até a sua apresentação final.
Otimização da Distribuição de Software (DevOps)
Otimização da Distribuição de Software (DevOps)
22h
Introdução à DevOps. A relação de DevOps e integração contínua. Como a utilização de integração contínua afeta a entrega de um software. Automação de tarefas na entrega de software. A importância de testes automatizados para uma entrega contínua. A importância da virtualização em ambientes DevOps. A gestão de configuração e sua influência nas práticas DevOps. DevOps na manutenção de sistemas em produção. Utilização de ferramentas google e aws nas práticas DevOps.
Primeira Iteração
Primeira Iteração
10h
Durante a Primeira Iteração do Projeto Aplicado, o aluno tem a oportunidade de planejar e executar o desenvolvimento dos requisitos iniciais de seu projeto, utilizando para isso as competências e habilidades adquiridas em sua última disciplina. Ao final desta iteração, o aluno deverá realizar um confronto entre o que foi planejado nesta iteração e o que foi realmente executado, gerando artefatos que comprovam o planejamento e execução dos requisitos.
Gestão Ágil de Projetos
Gestão Ágil de Projetos
22h
Fundamentos do Scrum. Princípios ágeis e Scrum – Papéis e artefatos. Scrum Timeline. Gerenciamento e estimativas ágeis. Priorização de Backlog. Scrum, XP e Kanban. Scrum e modelos de qualidade. Scrum – Problemas, o que fazer? Futuro e certificações.
Segunda Iteração
Segunda Iteração
10h
Durante a Segunda Iteração do Projeto Aplicado, o aluno tem a oportunidade de planejar e executar o desenvolvimento dos requisitos intermediários de seu projeto, utilizando para isso as competências e habilidades adquiridas em sua última disciplina. Ao final desta iteração, o aluno deverá realizar um confronto entre o que foi planejado nesta iteração e o que foi realmente executado, gerando artefatos que comprovam o planejamento e execução dos requisitos.
Desenvolvimento
Desenvolvimento
20h
A etapa de Desenvolvimento é um marco na produção do Projeto Aplicado. Nesse momento o aluno, em conjunto com o seu orientador, poderá fazer uma avaliação do andamento do desenvolvimento ocorrido nas iterações anteriores e realizar correções que porventura sejam necessárias. Além disso, os requisitos gerais do projeto poderão ser revistos e avaliados, com o objetivo de manter o planejamento atualizado.
Métodos Ágeis em Gestão de Configuração e Mudanças
Métodos Ágeis em Gestão de Configuração e Mudanças
22h
Fundamentos da Gerência de Configuração. O processo de gestão de mudanças em um ambiente ágil. O processo de gestão de versões e código em um ambiente ágil. Gestão da compilação. Gestão de entregas e implantação. Gestão do ciclo de vida de aplicação. Auditoria de configuração. Técnicas de gestão de configuração. Ferramentas livres. Introdução. Ferramentas livres. Controle de código SVN. Ferramentas livres. Controle de código – Git. Ferramentas proprietárias.
Terceira Iteração
Terceira Iteração
10h
Durante a Terceira Iteração do Projeto Aplicado, o aluno tem a oportunidade de planejar e executar o desenvolvimento dos requisitos intermediários de seu projeto, utilizando para isso as competências e habilidades adquiridas em sua última disciplina. Ao final desta iteração, o aluno deverá realizar um confronto entre o que foi planejado nesta iteração e o que foi realmente executado, gerando artefatos que comprovam o planejamento e execução dos requisitos.
Inovação em Produtos de Tecnologia
Inovação em Produtos de Tecnologia
22h
Introdução. Conhecendo o mercado, a sociedade e suas necessidades. Gestão da informação. Tecnologia em negócios sociais. Modelo de Negócio. Business Canvas. Crowdfunding e Crowdsourcing. Contratando os profissionais certos para implementar sua ideia. Mínimo Produto Viável (MVP). Escalabilidade do negócio digital.
Quarta Iteração
Quarta Iteração
10h
Durante a Quarta Iteração do Projeto Aplicado, o aluno tem a oportunidade de planejar e executar o desenvolvimento dos requisitos intermediários de seu projeto, utilizando para isso as competências e habilidades adquiridas em sua última disciplina. Ao final desta iteração, o aluno deverá realizar um confronto entre o que foi planejado nesta iteração e o que foi realmente executado, gerando artefatos que comprovam o planejamento e execução dos requisitos.
Métodos Ágeis em Desenvolvimento de Software
Métodos Ágeis em Desenvolvimento de Software
22h
Introdução ao desenvolvimento ágil de software. Estimativas do desenvolvedor de software (Planejamento de releases, Planejamento de iterações, Planning Poker). Práticas ágeis do desenvolvedor de software (Padronização do código, Código Coletivo. Integração contínua (CI). Desenvolvimento dirigido por testes (TDD). Projeto simples. Programação por Pares, Refactoring).
Quinta Iteração
Quinta Iteração
10h
Essa iteração antecede a Qualificação, que é um marco muito importante no desenvolvimento do PA. Ao final desta iteração, o aluno deverá realizar um confronto entre o que foi planejado nesta iteração e o que foi realmente executado, gerando artefatos que comprovam o planejamento e execução dos requisitos.
Qualificação
Qualificação
20h
A Qualificação trata-se de uma oportunidade que o aluno tem de apresentar ao seu orientador os requisitos desenvolvidos até o momento. O orientador, por sua vez, avaliará o trabalho já realizado, esclarecerá dúvidas e fornecerá orientações essenciais para a correção e evolução do Projeto Aplicado.
Melhoria de Processos em Projetos de Software
Melhoria de Processos em Projetos de Software
22h
Introdução a processos. Melhoria de processos. Normas – ISO 12207. Normas – ISO 15504. Componentes do CMMI. Níveis de maturidade do CMMI. Componentes do MPS.Br. Níveis de maturidade do MPS.Br. Método SCAMPI. Avaliação no MPS.Br.
Sexta Iteração
Sexta Iteração
10h
A Sexta Iteração do Projeto Aplicado é onde o aluno já começa a planejar e executar o desenvolvimento dos requisitos finais do seu Projeto Aplicado, utilizando para isso as competências e habilidades adquiridas em sua última disciplina e em todo o curso. Ao final desta iteração, o aluno deverá realizar um confronto entre o que foi planejado nesta iteração e o que foi realmente executado, gerando artefatos que comprovam o planejamento e execução dos requisitos.
Métodos Ágeis em Teste de Software
Métodos Ágeis em Teste de Software
22h
Fundamentos de teste em software. Teste e qualidade de software. ISO/IEC 9126 e atributos de qualidade de software. Classificação dos testes. Abordagens tradicionais de testes. Testes em ambientes ágeis. Papel do analista de testes e suas habilidades em ambientes ágeis. Aplicando testes em ambientes ágeis. Automação de testes.
Sétima Iteração
Sétima Iteração
10h
Na Sétima Iteração do Projeto Aplicado o aluno desenvolve os últimos requisitos de seu projeto antes da criação do relatório final, que é o último artefato a ser produzido. Para isso serão utilizadas as competências e habilidades adquiridas em sua última disciplina e em todo o curso. Ao final desta iteração, o aluno deverá realizar um confronto entre o que foi planejado nesta iteração e o que foi realmente executado, gerando artefatos que comprovam o planejamento e execução dos requisitos e se preparando para a apresentação final do projeto.
Relatório Final
Relatório Final
20h
O Relatório Final é o principal artefato do Projeto Aplicado, pois nele o aluno irá apresentar todas as etapas de desenvolvimento do seu projeto, desde o desafio, passando pela solução e chegando ao detalhamento das iterações que materializa a solução. Este artefato é submetido à apreciação do orientador e conduzirá o projeto desenvolvido para a banca avaliadora, na etapa seguinte.
Banca
Banca
Finalmente o aluno submeterá o projeto aplicado para que o seu orientador o aprove para apresentação final e aprovação por parte de uma banca avaliadora.
Projeto aplicado com foco em Inovação

O curso convida o aluno a propor soluções para problemas com alto grau de incerteza, a partir de uma abordagem focada na prototipação de soluções e ideias inovadoras.

Conhecer mais

Linhas de Especialização do Projeto Aplicado

O Projeto Aplicado substitui o tradicional Trabalho de Conclusão de Curso.
Tudo o que é desenvolvido é prático.

Modelo de criação e evolução de produto de software com métodos ágeis

Objetivo

Focada nos alunos empreendedores mas também adequada aos profissionais que trabalham em empresas com desenvolvimento e sustentação de um produto próprio. O modelo foca na criação de um produto com métodos ágeis de engenharia de software. O aluno poderá utilizar a oportunidade para ter apoio no planejamento de alguma ideia pessoal que pode virar um produto de sucesso.

A quem se destina?

A linha de especialização é destinada ao profissional que já possui alguma experiência trabalhando com desenvolvimento de software, em papéis técnicos ou de liderança. Também é destinada para aqueles que buscam por oportunidades atuando em um desses papéis.

Modelo de desenvolvimento de software com base em métodos ágeis em empresas de desenvolvimento de software

Objetivo

Possui foco nos profissionais que trabalham em empresas de desenvolvimento de software, seja com um processo de desenvolvimento clássico ou dando os primeiros passos na definição de uma metodologia ágil. A linha possui foco nas definições de processo para uma equipe que desenvolve software para outros times ou empresas.

A quem se destina?

A linha de especialização é destinada ao profissional que já possui alguma experiência trabalhando em fábricas de software, em papéis técnicos ou de liderança. Também se aplica para pessoas que buscam por oportunidades atuando em um desses papéis, desde que tenham conhecimentos básicos de processos de desenvolvimento de software.

Modelo de desenvolvimento de software com base em métodos ágeis em empresas de contratantes de fábrica de software

Objetivo

Focada nos profissionais que trabalham na contratação de desenvolvimento de software, o modelo visa apresentar o modelo ágil ao aluno e guiá-lo na jornada de definição de processos na visão de um Product Owner (PO).

A quem se destina?

Esta linha de especialização é destinada ao profissional que já possui alguma experiência trabalhando com aquisição de software e também aos que buscam por oportunidades atuando em um desses papéis.

Pratique o que você aprendeu

Desenvolva um projeto aplicado contextualizado, práticas de laboratórios e dinâmica de jogos.

Aprenda com os melhores

Estude de forma interativa com um time de profissionais experientes e atuantes no mercado.

Conhecer todos os nossos professores
Julio Neves
Doutorando e Mestre em Ciência da Computação pela PUC Minas

Gerente Geral de TI LATAM com sólida experiência por mais de 20 anos na área, tendo atuado em cargos gerenciais por mais de 15 anos nas áreas de Tecnologia da Informação, Gestão de Service Desk e Infraestrutura, Gestão de Projetos, Processos de Negócios, ERP, Planejamento Estratégico, Engenharia de Redes, Telecomunicações, Segurança da Informação, Governança de TI, Gerenciamento de Contratos com Fornecedores e Inovação.

Edson Gonzalez Martins
Mestre em Administração de Empresas, FEA-USP

30 anos como professor em programas de MBA e Pós Graduação em TI, em Gestão e Processos empresariais 25 anos como consultor de empresas em TI e Processos Ex executivo de Tecnologias da Informação em empresa multinacional e nacional

Wagner Barbosa Oliveira
MBA em Gerenciamento de Projeto, Mestrando em Eng. Soft, UFMG

Mais de 12 anos de experiência em organizações de médio e grande porte, liderando projetos de desenvolvimento de software, equipe de negócio, teste, desenvolvimento. Modelagem de Banco de Dados Oracle, SQL Server e programação em PL/SQL.

Isabella de Araujo Fonseca Campos
Redes de Telecom, UFMG e Ciência da Computação, Puc MInas

É Certified Scrum Master (CSM) com 13 anos de prática de Scrum, Kanban, XP e Lean Principles. É consultora de processos lean em empresas brasileiras; É também PMP-ACP ; Atuou como Scrum Master e Product Owner participando de mais de 200 sprints rodados e aperfeiçoados ao longo dos últimos anos; Professora de Engenharia de Software, Modelos de Qualidade e Metodologias Ágeis em cursos de pós-graduação presenciais e à distância.

Ítalo Rodrigues Castro
Mestre em Ciência da Computação, UFV

Mais de 15 anos de experiência como professor de graduação e pós-graduação; Analista de sistemas e Gestor de projetos; Supervisão de alunos e equipe de desenvolvimento de software; Experiência com projetos de bancos de dados, análise e projeto de sistemas, modelagem de processos de negócio, Governança de TI, linguagem de programação, sistemas de recuperação de informação, web semântica e Ontologias.

Fernanda Dayse Ferreira Rogério
Mestre em Engenharia de Processos e Sistemas

Atuação em mais de 20 anos com Gestão de contratos de múltiplas modalidades e gerenciamento de fornecedores de TI. Coordenação de entrega de serviços de Service Desk, Field Service, Gestão de ativos e full outsourcing. Atuação como gerente de projetos estratégicos e multidisciplinares. Controle de mais de 50.000 equipamentos e softwares envolvidos. Gestão e integração de projetos complexos de infraestrutura de TI.

Marcelino Campos Oliveira Silva
Mestre em Engenharia de Sistemas, UFRJ

Mais de 13 anos de experiência no ramo de desenvolvimento de Software, tendo exercido atividades nas mais diversas funções como Lider de Testes, Desenvolvedor, Arquiteto e Coordenador de Projetos de TI.

Patrícia Nascimento
Doutora em Ciência da Informação, UFMG

Mais de 13 anos de experiência na área de computação, com ênfase em engenharia de software, atuando principalmente como analista de requisitos e negócios de tecnologia da informação. Atua como docente ministrando disciplinas na área de tecnologia, gestão da informação e metodologia científica em cursos de graduação e pós-graduação desde 2014.

Fabiana Bigão Silva
Doutora em Ciência da Informação

Consultora em gestão de projetos, processos de negócios e gamificação, professora nos MBAs da FDC, Ibmec e IGTI, diretora da VIDDIA Educação On-line.

Bruno Rafael de Oliveira Rodrigues
Doutorando em Sistemas de Informação na Universidade FUMEC

Possui mais de sete anos de experiência como analista de desenvolvimento de sistemas e como professor e conteudista. Atualmente é, também, pesquisador nas áreas de Engenharia de Software e Machine Learning, com artigos publicados nacionalmente e internacionalmente. Atuou por 7 anos nas áreas de redes de computadores, automação comercial, cabeamento estruturado e servidores Windows Server e Linux.

Cristiano Neves
Especialista em Engenharia de Sistemas, ESAB

Mais de 15 anos de experiência com análise e desenvolvimento de sistemas, atuando em empresas de diversos segmentos e portes, junto a equipes multidisciplinares. Experiência em liderança e organização de equipes e projetos ligados a área de tecnologia da informação. Mais de 5 anos de experiência lecionando disciplinas na área de sistemas e tecnologia da informação.

Frederico Augusto de Cezar Almeida Gonçalves
Doutor em Engenharia, UFMG

Atua há mais de 3 anos como Gerente de Projetos, tendo trabalhado na implantação de metodologias ágeis em times de desenvolvimento Atua há mais de 11 anos como Analista de TI, tendo trabalhado na análise e desenvolvimento de softwares Atuou por mais de 3 anos como programador de sistemas

Augusto Farnese
Mestre em Ciência da Computação, UFMG

Fundador da Entropya, empresa especializada em cultura e práticas ágeis para equipes. Estuda, ensina e trabalha com agilidade desde 2010. Possui vasta experiência com cultura e práticas ágeis aplicadas à gestão de equipes. Foi Product Owner por 6 anos no Synergia - Laboratório de Engenharia de Software na UFMG. É certificado ScrumMaster (2010), Product Owner (2015), facilitador licenciado Management 3.0.

Realize uma videoconferência gratuita com um professor

Em dúvida sobre o curso mais adequado ao seu perfil?
Gostaria de conhecer melhor o nosso modelo de ensino?

Agendar videoconferência

Processo seletivo

O processo seletivo do IGTI é simples e permite você conhecer melhor nossa cultura.
1
Solicitar videoconferência

Tire todas as suas dúvidas com um professor, receba orientações sobre seu curso e faça uma análise de perfil.

Agendar
2
Confirmar dia e horário

No prazo máximo de um dia útil, entramos em contato para esclarecer dúvidas, solicitar o seu currículo e agendar a videoconferência.

3
Participar da videoconferência

Após recebermos o seu currículo, participe da videoconferência com o professor.

4
Realizar matrícula

Após ser informado de sua aprovação, você recebe o link do Contrato de Pós-graduação para anexo da documentação necessária e assinatura eletrônica.

Faça sua matrícula antecipadamente e ganhe até R$ 1.000,00 em desconto

Estude na melhor escola de Pós-graduação em TI do país.

Invista em sua carreira profissional e certifique os seus conhecimentos.

Opte por planos de pagamento conforme a sua necessidade.

Consultar planos

O IGTI está no grupo de excelência do MEC

Com 14 anos de mercado, o IGTI é referência em pós-graduação em TI no Brasil.

Consultar credenciamento

Na dúvida?
Experimente uma aula grátis!

Que tal experimentar nosso ambiente de ensino para sentir como o IGTI ajudará você a conectar com seu futuro?

Experimentar aula grátis